Postagens populares

Será que arte tem a ver com história?

Reprodução fotográfica: João L. Musa/Itaú Cultural

Veja só este lindo quadro feito pelo artista Candido Portinari, que nasceu em 1903 e viveu até 1962.
Mostra a figura de operários carregando sacas grandes e pesadas de café.
Portinari fez mais de 250 obras com este mesmo tema, o café.
Por que será?
Ele nasceu no Brasil, na cidade de Brodowski, interior de São Paulo. Os seus pais eram italianos que vieram para o Brasil trabalhar nas plantações de café.
Muitos italianos fizeram isso. E gente de outros países também.
Na terra deles estava difícil arrumar trabalho por causa de guerras e crises.
Aqui no Brasil, o serviço apareceu porque tinha acabado a escravidão. A Lei Áurea decretou seu fim, em 1888.
Repare como tudo se encaixa. 

Candinho (o apelido de Candido Portinari), passou sua infância vendo a plantação, a colheita de café.Também a secagem e o transporte (que aparece no quadro).
Ele ia pintar estas cenas lá dentro de casa porque não queria incomodar os operários nem parecer que era um folgado, enquanto todos se esforçavam tanto. Seus quadros eram uma espécie de homenagem aos trabalhadores. Era assim que ele mostrava sua admiração pelo esforço deles. E também denunciava a injustiça social daquela época. 
Mesmo depois de adulto e morando em Paris, Portinari continuava pintando cenas da sua vida aqui. Ficou famoso com estas obras, que mostravam seu país e o que ele achava do mundo.
Portinari pintava também os donos ricos das plantações, mas estes quadros eram encomendas e ajudavam a pagar o que ele realmente gostava de fazer: mostrar o homem simples e seu esforço, seu trabalho.
Quando você sabe tudo isso, o quadro fica mais bonito, não fica?

Este quadro, "Transporte do Café", foi feito em 1960, em madeira, pintado com tinta à óleo.
Mede mais de dois metros de cada lado!
(2,36m X 2,26m)
Passeie pela obra:
video


P.S.:
Reparou no título?
"Será que arte tem a ver com história?"
Clique abaixo, se você sempre tem dúvida sobre "a ver" e "haver".

"A ver" não tem nada "a ver" com "haver"

Nenhum comentário: