Postagens populares

Se eu...

Se eu falasse
Todas as línguas,
Que sabidinha!

Se eu soubesse
Tudo da vida,
Que graça tinha?

7 comentários:

juju disse...

Oi!!!! Adoreeeeei d+++ as suas poesias!!! Gostaria de ter uma imaginação tão grande quanto a sua!!!
Abraços e beijos julia

Evelyn disse...

Também adoreeeeeeeeeeeei seu comentário! E claro que você tem uma imaginação grande como a minha. É só deixar que ela escape para um papel. Quando você começa... as idéias vão logo aparecendo. Bjs, querida!

Sílvio disse...

Oi, Evelyn, a mesma ideia, duas abordagens. Gostei do poema. Parabéns pelo blog. Um beijo. Sílvio

Evelyn disse...

Obrigada, Sílvio. Muito honrada com sua visita e, principalmente, com seu elogio.
Bjs e volte sempre.

Marina disse...

Evelyn... eu fiz uma poesia mas nao gostei muito. o que você acha ?

amar você


escrevi seu nome na areia,
para a onda apagar
e mais ninguem além do mar

qual será o tamanho da praia?
será tão grande quanto o meu amor?
a praia estava vazia,
só eu e meus sentimentos
que nem sempre são correspondidos..

se a onda apagou, nao sei
se a onda apagará, talvez
se a onda está apagando, eu sinto

ps: nao tenho um final, poderia me ajudar?
agradeço muito desde já...

bjos mil! marina zulchner

Evelyn disse...

Oi, Marina!
Feliz Ano Novo!

Achei muito bonita sua poesia, porque tem sentimento.
Para ficar mais legal, precisa usar alguns recursos que existem: brincar com os sons das palavras, procurando as que se encaixem (rimas, vogais parecidas, consoantes parecidas). Outro recurso é usar as figuras de linguagem. São muitas e não consigo explicar tudo isso neste espaço, mas falarei disto em 2010, ok? Fique ligada.
Se eu conseguir, farei também um post com uma versão minha da sua poesia. Bj!

Evelyn disse...

Prontinho, Marina.
Já fiz um post pra você. Espero que goste. Bj